A Polícia Federal realizou a prisão em flagrante de duas pessoas na madrugada desta quinta-feira (30), após o saque indevido da quantia de mais R$ 96 mil

A Polícia Federal realizou a prisão em flagrante de duas pessoas na madrugada desta quinta-feira (30), após o saque indevido da quantia de mais R$ 96 mil, valor corresponde ao Auxílio Emergencial do Governo Federal pago por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19 

Os indivíduos foram conduzidos à Superintendência Regional da Polícia Federal no Maranhão por policiais militares, quando foram surpreendidos na posse de 108 cartões do Bolsa Família, em nome de diversas pessoas e vários extratos bancários, que confirmaram os saques na Agência da Caixa Econômica Federal, localizada na Praça João Lisboa, no Centro de São Luís.

Os indivíduos foram indiciados pelo crime de estelionato previsto no art. 171, § 3º, do Código Penal Brasileiro

Comentários